Animes & Mangas

Os melhores momentos da 3ª temporada de My Hero Academia

domingo, outubro 14, 2018

Mal acabou Boku no Hero e já estamos com aquele gostinho de quero mais, principalmente com a confirmação da quarta temporada! Então nada mais justo do que lembrarmos quais foram os pontos altos do que vimos na terceira! Esse post obviamente contem spoilers da temporada.

De maneira geral essa temporada focou bem menos no desenvolvimento individual do que as demais, claro que eles treinaram suas individualidades, mas o que foi mostrado nos momentos de crise foi alem de tudo o trabalho em equipe como forma de superar os obstáculos.

Os crescimentos dos personagens em particular ficou em segundo plano mas não significa que não houve nenhum: o Midoriya finalmente desenvolveu um estilo de luta que danificasse menos o seu corpo; O Bakugou foi mais trabalhado deixando de ser só aquele bully, mostrando sua admiração pelo All Might e sua vontade de ser o herói número 1, apesar de ele ter temperamento de vilão parece que podemos dormir tranquilos; A Momo que é uma personagem que desde cedo possui potencial finalmente parece ter superado suas inseguranças e mostrou sua capacidade de liderança e de estratégia, tanto colocando o rastreador no nomu quanto na prova da licença. 


Midoriya x Muscular

Quando os vilões invadem o acampamento de treinamento Midoriya vai atrás do Kota, para leva-lo até um local seguro, chegando lá ele se depara com o Muscular, vilão da Liga dos Vilões que matou os pais do Kota no passado.
Foi surpreendente ver uma luta tão marcante e tão bem animada logo no começo da temporada, assim Boku no Hero mostra que não veio para enrolação, depois de uma luta emocionante em que o Midoriya apanha bastante ele aposta no One For All 100% e vence a custa de um grande dano ao seu corpo.
Logo depois do incidente ele leva uma dura dos médicos e recebe um ultimato: da próxima vez seus braços podem não se recuperar, se continuar se forçando assim ele perderia os movimentos. Por outro lado é um momento muito marcante para o personagem, que não se arrepende de ter salvo a vida do Kota, podemos ver como seu primeiro ato heroico desde que entrou na UA.


Moonfish e Tokoyami

Aqui começamos a ver a questão do trabalho em equipe que falamos antes, diversos alunos são abordados por vilões e conseguem sobreviver por conta do trabalho em equipe, a exemplo do Tetsutetsu (o menino que vira aço) e a Itsuka (a menina que aumenta as mãos). Mas é a união do Bakugou e do Todoroki que é mais curiosa de se assistir, até então estávamos acostumados com um Bakugou que agia sozinho de acordo com seus próprios planos e aqui vemos ele se contendo e ouvindo as opiniões do Todoroki, trabalhando em conjunto contra o Moonfish.
Enquanto isso Midoriya se encontra com Mezo e com Tokoyami que perdeu o controle do Dark Shadow e se encontra fora de controle, ele bola um plano para atrairem a Dark Shadow até a provável localização do Bakugou e do Todoroki para que eles possam criar uma fonte de luz e estabilizar a individualidade de Tokoyami, de quebra a Dark Shadow acaba com o vilão Moonfish.
Eles seguem trabalhando em equipe até o sequestro do Bakugou e o fim da invasão da Liga dos Vilões.


O fim do All Might

Durante a missão para resgatar Bakugou o All Might se encontra com o grande vilão All For One, a batalha entre os dois também é épica, finalmente vemos um grande herói lutando com um grande vilão. Ao final da luta o All Might usa o que restou do One For All e exibe sua forma fraca pra todo o mundo.
O momento é importante alem da luta, o fim do simbolo da paz marca o crescimento da criminalidade, a insegurança da população, para o Midoriya a responsabilidade de se tornar forte o mais rápido possível, para os outros alunos a queda de seu maior exemplo e para Endevor a impossibilidade de derrotar seu maior rival.



1ª Prova da Licença Provisória

As provas da licença foram o "torneio" da temporada, como não amar?  Pudemos ver o crescimento e o potencial de personagens da classe que ainda não haviam sido muito abordados, como o time que estava com a Momo, o Kaminari que se junta ao time do Bakugou e aquele personagem irritante que solta um jato pela barriga.
Aqui só o trabalho em equipe consegue fazer com que todos passem para próxima fase, com exceção do Todoroki, que prefere se afastar dos companheiros e assume a mesma postura na segunda etapa e justamente por esse comportamento não recebe a licença.
Outro ponto positivo do arco é apresentar diversos personagens de outras escolhas, alguns muito carismáticos que queremos ver de novo!



Extra: Apresentação do The Big 3

Não considero o último episódio tão marcante, mas ele serve bem para nos deixar curiosos com o que está por vir: os três personagens do the big 3 são carismaticos, já quero ver mais sobre eles. O personagem Mirio encerra com um discurso sobre como ele fez com que sua individualidade cheia de desvantagens fosse útil e se tornou um candidato a ser o herói número 1, podemos esperar a repercussão desse aprendizado nos estudantes da turma 1-A na próxima temporada? Provavelmente.

O que vocês acham dos momentos citados acima? Adicionariam mais algum? Qual foi sua parte favorita da temporada?

Filme de BLEACH, desta vez a Netflix acertou!

quarta-feira, setembro 19, 2018


Grandes shonens a gente nunca esquece, a jornada do herói, a coleção de aliados, o universo construído, tudo isso gera uma sensação de nostalgia que anda sendo muito explorada, e que até temos medo toda vez que surge uma nova continuação/adaptação! Mas á riscos que corremos para o bem e para mim esse foi o caso do filme de Bleach!

Introduzindo para os mais desinformados Bleach foi um mangá publicado na Shonen Jump que começou em 2001 e encerrou com 74 volumes encadernados, a história gira em torno de Ichigo Kurosaki um estudante um tanto delinquente que consegue ver fantasmas. Um dia sua família é atacada por uma criatura chamada Hollow, que está sendo procurada por uma shinigami chamada Rukia, ela acaba se ferindo na batalha e sua única opção para sobreviverem é passar seus poderes para o Ichigo.



O filme adapta o primeiro arco da história, e como adaptação ele é muito fiel a sua essência, eles optaram por dar foco no desenvolvimento da relação entre o Ichigo e a Rukia, e na história do passado do protagonista e do Hollow Grand Fisher. Os shinigamis Renji e Byakuya também foram bem caracterizados e já jogam a isca para uma possível continuação.

A aparência dos hollows também me agradou muito, tanto no anime quanto no manga eles são criaturas meio caricatas e o filme deixou eles mais assustadores na medida certa, por mais que tenham ficado um pouco verdes demais pro meu gosto hahaha



Por mais que não tenham sido aprofundados outros personagens também marcaram uma pequena presença com Sado, Urahara e Orihime, a aparência da última me agradou bastante, por mais que a aparência tenha mudado, os cabelos ficaram castanhos e a atriz tem um aspecto mais mion, a ingenuidade e empolgação da personagem estavam super fieis.

A única coisa que não me agradou muito foi a luta do Ichigo com o Renji, achei um pouco exagerado e parecendo aqueles filmes sessão da tarde do Jackie Chan.

De maneira geral achei uma ótima adaptação, e ao que parece se o filme fizer sucesso tem chances de ganhar uma continuação, alem de deixar um gancho para isso no final (com a situação da Rukia não sendo completamente resolvida) isso explica a atenção que tiveram de introduzir os personagens secundários.


Quem mais assistiu? O que acharam?

Aplicativos

[Dica de APP] BanG Dream!

domingo, agosto 19, 2018


Um dos meus maiores vícios são jogos de celular, eu adoro baixar vários, jogar um pouco e eventualmente não conseguir mais parar. Esse mês descobri o BanG Dream! um jogo no estilo guitar hero com músicas japonesas e que se aprofunda na história de 5 bandas, ao todo são 25 personagens!

Através de gachas você ganha personagens diferentes, com roupas diferentes e características que ganham bônus nos eventos sazonais, as personagens aumentam de nível, evoluem e melhoram seus skills, de forma que a sua pontuação nas músicas vai melhorando.

Meu primeiro GIF, que emoção!

Você desbloqueia itens e músicas lendo as histórias, alem da história principal você consegue ver como cada uma das bandas se formou e conhecer melhor suas integrantes. As bandas são: Poppin' Party, Afterglow, Pastel Palettes, Roselia e Hello Happy World.

[+] Dica de app: Super Cat Bros
[+] Dica de app: Sailor Moon Drops

Algumas das músicas originais do jogo são muito boas! Você provavelmente vai acabar virando fan de alguma das bandas! Mas fora elas o jogo também possui algumas músicas "cover" de animes para você adquirir, marcam presença músicas de K-ON, Full Metal Alchemist, Re:Zero, Samurai X, Shingeki no Kyojin e Sailor Moon! <3


Vocês gostam deste tipo de jogo? E de posts com indicações de jogos? Comentem ai e até a próxima :)

Facebook

Instagram