Tudo que você precisa saber sobre D.Gray-Man


Na última temporada de animes estreou D.Gray-Man Hallow, e se você foi pego desavisado pode ter assistido alguns episódios e percebido que faltou, basicamente, muita informação. O anime é uma continuação de D.Gray-Man, que teve 103 episódios exibidos entre 2006-2008 e foi bem popular, inclusive entre os fan brasileiros e aos poucos foi sendo esquecido. Um do motivos pelo titulo ser esquecido é que a autora do manga por conta de alguma doença fez looongos hiatos na obra o último deles terminando recentemente, e por isso que um novo anime de 13 episódios pode cobrir basicamente tudo o que aconteceu de 2008 pra cá. Poucos fans conseguem ser tão pacientes assim certo? Eu tive até que reler de tantas informações que eu havia esquecido.
Perder um ente querido pode ser tão doloroso que as vezes desejamos ser capazes de ressuscita-los - uma fraqueza que o Conde do Milênio explora. Para fazer suas armas conhecidas como Akumas, ele usa a alma da pessoa morta que foi chamada de volta, uma vez que a alma é posta no corpo de Akuma está presa para sempre, obrigada a seguir as ordens do Conde. O único jeito de salva-las é exorcizando-as com uma arma Anti-Akuma, as Innocence. - Tradução livre do myanimelist

A história se passa por volta do século 19 e se desenvolve em torno de um jovem chamado Allen Walker. Quando Allen era menor ele se envolveu com um pierot chamado Mana, e quando Mana morre e se torna um Akuma por sua culpa ele descobre ser compatível com uma Innocence que destrói seu amigo, convivendo com a culpa Allen cresce e se junta a Ordem para ajudar a trazer salvação para as almas presas nos Akumas e ganhar essa guerra santa.

Allen super sedutor em D.Gray-man Hallow haha

Bem x Mau? Nem tanto...

Uma das coisas que eu mais gosto nesse anime é que a linha entre o bem e o mal é bem borrada, ao contrario do que pensamos no inicio: temos a igreja e as Innocence (ou seja inocência) que nos remetem culturalmente ao Bem e temos o Conde e seus Akumas (que traduzindo seriam demônios) que imediatamente nos remetem ao Mau.
Porem com o decorrer da história vimos que a igreja utiliza humanos em experimentos e utiliza os exorcistas como piões, as vezes até contra sua vontade, sob o pretexto de ganhar a guerra. Vemos que em sua rígida hierarquia se escondem muitos segredos. E que a própria Innocence pode trazer a morte de seu exorcista e uma grande destruição (arco do Suman Dark).
Algumas outras questões que brincam com essa dualidade é o fato de que os principais vilões são os Noah, que remetem a história da arca de Noé, em que Deus manda um diluvio para destruir a perversidade humana. Retomando o fato de que a própria moral da igreja no anime é bem questionável, não seria os Noah relacionados com a vontade de Deus? Outro fato que reforça essa teoria é o fato de que uma das evoluções dos Akumas terem a forma, mesmo que assustadora, de um anjo.
(Sempre lembrando que D.Gray-man é uma obra fictícia, ok?)

D.gray-man x D.gray-man Hallow x Manga

De maneira geral os animes são bem fieis ao manga, D.gray-man cobre dos capítulos 1 ao 157, Hallow cobre do 165 ao X. O único arco que não é coberto, A destruição da Black Order, realmente não faz falta. Também vale lembrar que por estar em pontos diferentes da história a seriedade e complexidade de Halow é muito maior, o primeiro D.Gray-man leva uns bons 50 episódios para apresentar todo mundo e o clima começar a ficar tenso.
A mudança no traço da autora durante seus períodos sem produzir são chocantes e refletem na diferença da arte entre os animes.

Diferença do traço entre as temporadas
No geral, D.Gray-Man exige muita paciência pela quantidade de episódios, mas vai alem da maioria dos shounens quando se trata da seriedade da história e uma visão de certo e errado mais complexa. É uma grande obra e espero que o mangá termine em breve (ou um dia).

PS: Assim que eu encontrar para assistir o 13º espisódio de Hallow eu atualizo seu equivalente em mangá hahaha

Clica nesses links #9


Fazia um tempinho que eu postava o clica nesses links, o TCC não tem me deixado passear tanto na internet quanto eu gostaria, mas fiquei super feliz esses dias de procurar um certo artigo bacana que eu não tinha mais salvo, achei que nunca mais ia achar até lembrar que eu tinha indicado aqui! Então rola uma dupla funcionalidade eu indico coisas pra vocês e ainda deixo guardadinho aqui pra mim! <3

1. As fotografias surrealistas de Lua Morales // 2. DC x Hanna-Barbera: Scooby Apocalypse, vocês sabem que eu nem sou tanto das HQs mas morri de vontade de conferir a adaptação! // 3. “A Mentira”, uma reflexão sobre a liberdade sexual feminina, e como uma comédia adolescente pode mostrar uma critica tão ácida da sociedade // 4. 7 truques para comer mais saudável e ainda economizar tempo e dinheiro na cozinha // 5. Já rodou toda a internet mas ainda vale a pena conferir todas as ilustrações inspiradas em pokemons da tamtamdi // 6. A Feminista Espantalho e a Propaganda Antifeminista na Cultura Pop, já parou pra pensar o papel da mídia no medo que temos de nos aceitar feministas?

E como feminismo nunca é demais... 7. Ilustradora cria quadrinhos sinceros pra mostrar como as pessoas tratam de forma diferente um pai e uma mãe // 8. Mulher de cabelo curto não é mulher de verdade, um texto muito comovente do Teoria Criativa.

WICKED: Motivos para amar o musical!


Sempre fico chocada quando vejo que esqueci um rascunho bem feito num cantinho aqui do blogguer, este post estava aqui desde 7 de agosto que foi  meu aniversário de um ano de namoro com o Felipe! Para comemorar decidimos ir assistir Wicked, no teatro Renault :) Até agora meu primeiro e único musical tinha sido Rei Leão, no mesmo teatro, e a experiencia tinha sido super positiva então fui com expectativas lá no alto e foram totalmente superadas!

Se você não esta familiarizado com a história, como eu não estava, Wicked conta os acontecimentos na terra de Oz antes da chegada de Dorothy e sua jornada pela trilha de tijolos amarelos, onde somos apresentados a Elphaba uma jovem que nasceu com poderes mágicos e com a pele verde e todos os acontecimentos que a levam a ser conhecida como A Bruxa Má do Oeste e como apesar de improvável ela se torna amiga de Galinda, a irritante patricinha que se tornaria a Bruxa Boa do Norte.


O musical da Broadway já esteve em mais 10 paises, ganhou mais de 100 prêmios internacionais, já foi assistido por mais de 48 milhões de pessoas no mundo e veio para o Brasil com o maior cenário de todas as montagens! Assim que você entra no auditório dá de cara com um ambiente Steampunk que esta presente em muitos elementos da peça inclusive no figurino, muitas engrenagens nas laterais do palco e um dragão gigante incrível que sim, se mexe! E o cenário não para por ai, ele muda diversas vezes, de forma bem rápida e é sempre magnifico! O figurino também é espetacular, os vestidos são incríveis, a população de Oz toda diferentona. Eu li que tem um vestido da Glinda que pesa 10 quilos!

Outro ponto positivo é a amizade que é formada pela Elphaba e a Galinda e que não foi abalada nem pela rivalidade amorosa, elas são as personagens principais, o relação delas é o ponto principal da história, e eu que nem conhecia a história fiquei muito satisfeita em perceber que ela trás protagonismo feminino e sororidade


O espetáculo estará em cartaz pelo menos até dezembro e os preços variam muito dependendo no lugar da platéia e do horário, a seção da tarde é mais barata do que a da noite por exemplo, se você morar em São Paulo compensa ir comprar no próprio teatro para não pagar a taxa do tickets for fun. 

Mal posso esperar para outras superproduções virem para cá, agora eu com certeza virei fan! E vocês, se interessam por teatro? Foram ou iriam assistir Wicked? 

Fotos: Divulgação oficial

BLOG DAY: Individualidade e forma de expressão!


De tempos em tempos fico cansada de postar, isso porque de tempos em tempos eu esqueço o que meu blog realmente significa para mim. Para mim nunca foi sobre fama, sobre presentes ou dinheiro, bacana quem conseguiu fazer do seu uma profissão mas nunca foi minha intensão.

Eu comecei já faz 12 anos, e passei por muitos blogs diferentes, e sempre foi e sempre será sobre meu gosto pessoal, aqui é aquele lugar só meu em que eu posso me abrir, falar das coisas que eu gosto e fazer uma ou outra amizade. Vez ou outra me pego pensando que eu não deveria falar de tudo que eu gosto, que postar minhas fotografias e falar de nerdices é um tema meio inconsistente, mas o importante mesmo é o que EU gosto e o que EU fico feliz em falar, se eu não estiver feliz com o que estiver postando... bom agora vocês entenderam porque de tempos em tempos fico cansada de postar.

O ato de postar vai muito além de escrever, inclui conhecer a si mesma, em constantemente se reinventar, inclui conseguir se expressar e dividir seus gostos, inclui deixar com que outras pessoas te conheçam através das suas palavras.

Então nesse 31o8 Day eu decido, mais uma vez, deixar minhas incertezas de lado e permitir que esse blog seja uma projeção de quem eu realmente sou, com os gostos inconstantes e tudo, e parabenizo todas as blogueiras das mais pessoais as que produzem ótimos conteúdos, mas que nunca deixam de ser elas mesmas  ♥

5 vilões que eu adoro! #LigaNerdGirls

Hoje é dia de postagem coletiva! O tema da vez, sugerido no Liga Nerd Girls, é vilões que amamos odiar! Fazer a lista foi muito difícil porque me fez perceber que eu não tenho sentimentos muito profundos por vilões, até sinto muita raiva de alguns personagens de GoT, tipo o Joffrey como vocês devem imaginar, mas meio que já superei sabem? 
Bom, respirei fundo e consegui reunir o suficiente para uma lista, que de alguma forma ficou parecendo uma lista de crushes em alguns momentos. Curiosamente também descobri que tem um nome pra minha personalidade de vilões favoritos, por mais que não tenha nenhum exemplo claro nessa lista (acredito que a Arlequina e a Road se encaixem) é o que eu genericamente mais gosto: Yangire. É o nome dado para aqueles personagens fofos e sorridentes mas que também são assassinos a sangue frio! 


Walpurgisnacht

Esta bruxa não pode ser considerada exatamente a vilã do anime, e muito menos aparece o suficiente para especularmos sobre sua origem, porem as proporções de destruição que ela irá causar é tão grande que ela deixa de ser vista como um ser individual e passa a ser vista como um evento, e é ao redor deste evento que se desdobra grande parte do anime Mahou Shoujo Madoka Magica. Este anime pode ser considerado um clássico moderno, e um dos meus favoritos de todos os tempos!


Suigintou

No anime Rozen Maiden bonecas criadas por um artesão misterioso brigam para conseguir a Rosa Mistica uma das outras, somente uma delas poderá usar o poder das Rosas para se tornar Alice, uma garota de beleza e pureza suprema e conseguir o amor e a atenção do "pai", e as demais se tornarão simples bonecas. A Suigintou foi a primeira da Rozen Maidens porem ela é incompleta (no anime falta seu torso e no manga suas costas então cheias de rachaduras), sua vontade pela atenção do pai a torna uma personagem invejosa, cheia de ódio e insana. 


Sephiroth

Originalmente do Final Fantasy VII, Sephiroth é provavelmente o vilão mais icônico da série de games apesar de eu ter quase colocado o Seymour (FFX) na lista de tanto que o cara foi chato de matar. Bom, verdade seja dita, Sephiroth é tão bom em ser um grande vilão que tem até sua própria música tema, e é assustadora. Além disso quando eu sem querer entrei na luta com ele em Kingdom Hearts 1 (em que ele é um chefe "secreto") eu quase tive um ataque cardíaco.


Road Kamelot

... e Tykki Mikk. Ambos fazem parte do grupo dos Noahs do anime D.Gray-Man, o anime tem uma quantidade exorbitante de personagens cativantes mas o legal mesmo é que chega uma hora que você começa a se perguntar qual é o lado certo da guerra. Claro que os Noahs que parecem estar em busca de um novo grande extermínio como o diluvio bíblico não parecem ser do bem, mas eles parecem carregar uma dor muito grande do passado ao mesmo tempo em que a igreja trata humanos como piões e faz experiencias horríveis em prol de ganhar está guerra santa, ai ninguém parece muito certo sabe? Gosto de histórias que fogem um pouco do maniqueísmo tradicional.


Arlequina (e Poison Ivy ♥)

Criei vergonha na cara e estou lendo as HQs da Arlequina (quem me conhece sabe que eu não sou a maior fan de HQs, mas ando tentando) e como todo mundo, ando amando ela total! Mas como shippar ela com o coringa não tá com nada, queremos mais é que ela saia dessa de relacionamento abusivo, to no time que shippa ela com a Poison Ivy, que alias ando gostando mais do que a própria Harley hahaha