Menina Má

domingo, janeiro 08, 2017


Título: Menina Má (The Bad Seed)
Autor: Willian March
Ano de escrita: 1954
Nota no Skoob: 4.2

Quando eu ia e voltava para São Carlos vira e mexe acontecia de ficar presa na rodoviária entre um ônibus e outro, numa dessas eu comprei a uns meses atrás Menina Má, inclusive li bem rápido, só esqueci a resenha! O livro foi meu favorito de 2016, apesar de pela capa eu ter baixar expectativas a resenha me chamou atenção e eu decidi arriscar.
Publicado originalmente em 1954, MENINA MÁ se transformou quase imediatamente em um estrondoso sucesso. Polêmico, violento, assustador eram alguns adjetivos comuns para descrever o último e mais conhecido romance de William March. Os críticos britânicos consideraram o livro apavorantemente bom. Ernest Hemingway se declarou um fã. Em menos de um ano, MENINA MÁ ganharia uma montagem nos palcos da Broadway e, em 1956, uma adaptação ao cinema indicada a quatro prêmios Oscar, incluindo o de melhor atriz para a menina Patty McComarck, que interpretou Rhoda Penmark. - Skoob


O livro gira em torno de Christine Penmark que mora sozinha com sua filha Rhoda enquanto o marido trabalha longe. Rhoda a vista de todos parece uma criança comportada, linda e inteligente, mas é quando um colega de classe da sua filha morre em circunstancias estranhas que Christine começa a suspeitar do comportamento calculado da filha, seria possível uma criança de 8 anos ser uma assassina ou suas suspeitas são absurdas? O livro trás a reflexão de que sera que algumas pessoas simplesmente nascem más? Sera que o que faz um psicopata é uma pré disposição genética?

A narrativa começa um pouco lenta, temos uma breve imagem da criança perfeita que a Rhoda parece antes de que algumas histórias estranhas comecem a ser introduzidas, a partir dai a personagem vai ganhando uma personalidade complexa. Rhoda é uma criança fofa, mas que todas as atitudes são calculadas para agradar os adultos, ela inclusive não consegue se dar bem com as crianças da sua idade. Ao mesmo tempo que ela não demonstra entender ou se importar com os sentimentos dos outros ela ainda é imatura e é movida por sentimentos de egoismo infantis. Já Christine é uma mãe preocupada mas ao mesmo tempo confusa e impotente, que ao longo do livro muda sua posição frequentemente até o desfecho. E o final, aaaaaah o final, eu pessoalmente achei incrível!


Menina Má foi meu primeiro livro da Darkside, que apesar da estética dos seus livros terem muitos fans não cai exatamente no meu gosto pessoal, eu acho a capa um pouquinho infantil, mas ganha pontos por ser dura, e por mais que tenha uma diagramação legal eu não gostei do papel.


Quem leu deixa ai seu parecer do final pra gente conversar! Quem não leu me diz se a resenha te interessou! ;)
★★★★★

You Might Also Like

11 comentários

  1. oi, oi.

    eu nunca li nada publicado pela darkside, mas tenho que dar os parabéns por esse capa tão linda. adorei as cores! <3

    lendo a tua resenha, acabei lembrando dos livros da Agatha. "menina má" parece seguir esse mesmo rumo, com muito mistério. acho que vou adorar. <3

    bjs!
    Não me venha com desculpas

    ResponderExcluir
  2. as edições da darkside são muito maravilhosas, sempre fico: :oooo hahaha!!!
    ainda num li esse, quero muito ler! recomendo deles "psicose" e "um homem que caiu na terra"
    :****** muá

    ResponderExcluir
  3. Hellou Kamii, antes que me esquece um maravilhoso ano de 2017 pra você! Ainda não li esse livro não, mas ele tem uma temática muito boa, aliás é possível que realmente as pessoas nascem maus? Eu acredito que não, mas adoraria descobrir o que esse livro diz sobre o assunto.

    yeah-dreamhigh.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Meninaaaaa, fiquei interessadíssima nesse livro! Ultimamente tenho buscado livros um pouco mais pesados (pode ter a ver com estar lendo sobre Jack the Ripper, mas detalhes, hahahaha!)
    Agradeço a dica! Entendo bem essa coisa de ler nos momentos de espera, terminei uns dois livros nesses momentos também, hahaha!
    Espero que tu consiga ideias pro layout. Recomendo o blogskins pra inspirações, me ajuda muito!
    Beijinhos :*

    ResponderExcluir
  5. Pena que tu não curtiu o papel do livro, a Darkside é uma das editora que tem Melhor trabalho de diagramação e qualidade de livro atualmente no Brasil <3 E Menina Má ta na minha lista deles desde o lançamento :O

    Beijão,
    Quase Mineira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Justamente, falam tanto da qualidade do papel e da qualidade do papel e tal que fui com muita sede ao pote! Mas é só um papel que eu particularmente não curto hahaha acho que gosto mais dele lisinho e branquinho mesmo!
      Compra que vale muito a pena!!!

      Excluir
  6. Um dos melhores livros que li ano passado também, história sensacional!
    Também acho a capa do livro um pouco fora de contexto, não sei, mas não acredito que tu não curtiu o papel, é tipo o melhor tipo de papel para conforto de leitura. :O
    Amo o trabalho da Darkside, eles tem umas edições sensacionais né? E, ao contrário de você, eles lançam exatamente os meus gêneros favoritos. <3

    Beijos.
    www.jadeamorim.com.br

    ResponderExcluir
  7. Os livros da Darkside são sempre tão bonitos e chamativos! Dá até vontade de sair comprando todos pela frente. Esse ainda não li mas quem sabe esse ano se me der vontade! Tô meio na onda de Lucinda Riley agora então nada a ver hehehe

    ResponderExcluir
  8. Ao contrário de você eu sou apaixonada pela capa desse livro! Na verdade acho os todos livros da Dark Side lindos, mas como adoro bonecas essa me encanta...
    Por outro lado não tenho coragem de ler porque sou medrosona com história de terror e suspense (e não tenho coragem de ter só porque acho bonito), hahaha!

    ResponderExcluir
  9. Essa capa sempre me chama tanta a atenção, porque ao contrario de você, acho ela linda hahha. E apesar da história parecer bacana, não é o tipo de leitura que gosto, o que é uma pena. Um beijo grande ♥

    ResponderExcluir
  10. Tenho que discorda de você em um aspecto: Acho a capa e a edição linda hahaha Eu também achei o final incrível! A Rhoda é uma personagem bem complexa, né? Fiquei refletindo sobre essas mentes malignas que parecem já vir do berço!
    Beijos!
    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir

Facebook

Instagram