A Sorte do Agora

quinta-feira, fevereiro 18, 2016


No começo de Janeiro (sim, eu atraso a resenha mesmo!) eu li A Sorte do Agora, livro que eu estava querendo a vários meses porque eu realmente gosto do Matthew Quick (apesar das resenhas que eu li não terem me chamado tanta atenção), vocês devem conhecer o autor pelo livro O Lado Bom da Vida mas eu fui mesmo cativada é no Perdão, Leonard Peacock que eu já recomendei pra vocês. 

"Porque a maioria das pessoas não consegue proporcionar à outra um conto de fadas?"

A história gira em torno de Bartholomew Neil, em nenhum momento nos é confirmado se o personagem possui algum problema psicológico mas sabemos que Bartholomew tem quase 40 anos que passou inteiros morando com a Mãe, nunca trabalhou, nunca teve amigos e foi frequentemente vitima do julgamento negativo das pessoas. Assim que sua mãe morre ele se vê sozinho, somente com sua conselheira de luto Wendy e o grande amigo da familia Padre Macnamee.
O história é contada por meio de cartas que o personagem escreve a Richard Gere, ator de Um Linda Mulher, que era o ator favorito da mãe, e nelas encontramos seus mais profundos sentimentos, alem de discussões sobre Jung, Dalai Lama e abdução alienígena.


A questões levantadas
Eis que a problemática central é essa: temos alguns personagens com problemas emocionais, que já passam por uma batalha interna e diária com sigo mesmos, que prejudica sua capacidade de sociabilizar e torna para eles bem mais difícil encontrar espaço na nossa sociedade. 
O que me surpreendeu muito positivamente foi que essa não é a unica questão da qual o livro fala, ele também aborda o tema da violência contra a mulher e de forma muito coerente, ele retrata o medo, a dependência e os danos que são causados.

É abordar esse tipo de problemas que faz os livros do Matthew Quick tão ricos, mas o que os torna especiais e sabe conciliar temas tão pesados com uma leitura leve e por vezes bem humorada. A unica coisa que não me permitiu ser mais cativada pelo livro é que a maioria dos personagens não são muito carismáticos, o que até era de se esperar, mas minha nota final é 4


★★★★☆


You Might Also Like

16 comentários

  1. Acho que só pela capa eu já compraria esse livro. É uma capa muito linda e eu como Designer estou boquiaberta e quero já! rs

    ResponderExcluir
  2. Abraça aqui, também atraso resenha. Estou com um monte pra fazer, mas nunca faço. rs Sempre vejo esse livro nas livrarias e fico curiosa, fiquei mais ainda com a sua resenha (: Um beijo ♡

    ResponderExcluir
  3. Que capa linda! Acho que compraria o livro apenas pela capa. Mas após ler sua resenha e conhecer a história fiquei encantada.
    Parece ser uma ótima leitura. Gosto de personagens com problemas emocionais.
    Bjuxxxx

    ResponderExcluir
  4. Se não me engano, já li três livros do Matthew Quick. Não dá pra dizer que amei todos ou virei fã, mas sua resenha me deixou bem curiosa pela história de A Sorte do Agora. Parece um pouco mais pesado do que os livros anteriores e tem uma temática interessante. Vou procurar ler, se não comprar o livro físico pelo menos vou tentar adquirir o ebook! Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você quer um mais pesado Thay lê o Perdão, Leonard Peacock, eu achei o mais tenso, e foi o que eu mais gostei!

      Excluir
  5. Eu tbm adorei ler Forgive me, e agora fiquei com vontade de ler esse tbm <3

    ResponderExcluir
  6. Fiquei bem curiosa, mas não sei porque livros assim com vários problemas me deixa agonizada sofrendo junto com o personagem por isso acabo não lendo-os hihi prefiro fantasia porque me faz viajar e sonhar.
    blogpolimania.wix.com/polimania

    ResponderExcluir
  7. Confesso que eu não gostei muito de O lado bom da vida, então não crio muitas expectativas para esse livro, mas você me deixou um pouco curiosa sobre ele então vou tentar ler rs
    Beijos! =**

    ResponderExcluir
  8. Não conhecia esse livro e nunca li um livro do Matthew Quick - mas sou louca para ler Perdão, Leonard Peacock - mas tenho que dizer que a capa do livro é maravilhosa! Eu gosto muito de histórias profundas e de personagens cheios de questionamentos. Com certeza vou gostar desse livro e dos outros do Quick.

    ResponderExcluir
  9. Que capa bonita <3! É um livro com uma história muito emocionante, fiquei curiosa para ler, adoro muito personagens que nós levar para dentro da história!
    Beijos,

    ResponderExcluir
  10. Eu AMO livros que são contados em formato de cartas, como Precisamos falar sobre Kevin. Adoro também essa capacidade de um livro de falar de assuntos diversos e de um jeito que faça sentido. Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas acho que vou dar uma chance (quando conseguir ler os mil livros que já estão na minha lista, SOS).

    blogdeclara.com

    ResponderExcluir
  11. Gostei. Fiquei curiosa agora para ler o livro. Amo essas abordagens de temas sérios de formas bem humoradas!

    ResponderExcluir
  12. Bate aqui porque eu tbm demoro um século e meio pra postar resenhas rs
    Não li nada do Matthew ainda, mas este livro, pelas resenhas que li, me chamou muito mais a atenção do que O Lado Bom da Vida (e não me lembro de ter ouvido falar deste outro título, vou lá fuxicar seu post).
    Btw, adoro a capa desse livro <3
    Beijo, Kamii!

    ResponderExcluir
  13. Adorei. Fiquei bem curiosa pra ler o livro <3

    ResponderExcluir
  14. Oi kamii! <3 a foto do post ficou linda, e fiquei bem curiosa quanto a história. É difícil tratar de temas pesados numa leitura mais leve e humorada, então não duvido da habilidade do autor! Vou guardar a dica (pra um dia que eu tenha dinheiros e possa comprar todos os livros que eu estiver a fim de ler, beixos)
    Não sei se já te respondi, mas nem acredito que você não viu Pocahontas! As músicas são maravilhooosas ♥ e bom, eu acho a Pocahontas linda -q
    Beijo!

    ResponderExcluir
  15. Hellou Kami, beleza? Esse livro parece ser incrível, eu jea conhecia O Autor da Vida, mas gostei da sua resenha e vou procurar mais. Proporcionar à outra um conto de fadas? Isso parece ser difícil mesmo!

    yeah-dreamhigh.blogspot.com

    ResponderExcluir

Facebook

Instagram