Projeto axilas mais felizes!

quinta-feira, março 03, 2016


Até pouco tempo atrás eu tinha uma relação bem inadequada com certa parte do meu corpo: achava minhas axilas nojentas, uma área que gerava constrangimento e vergonha. Mas sabe, me da um tempo, eu uso regatas o tempo todo, elas estão lá, a mostra, praticamente nada diferentes do resto do corpo, então porque eu pensava assim?

Tudo bem que tem todo um contexto cultural consideramos uma área do corpo mal visto associado a pelos e fedor mas não precisa ser assim precisa? Elas eram realmente ruins, pareciam esbranquiçadas e como se estivessem sempre com um acumulo de produto, não importa quantas vezes eu mudasse de marca. Agora que tudo mudou aqui vai alguns fatos sobre cuidados com as axilas:

- Sobre antitranspirantes
A primeira mudança que eu tomei, e foi ela que realmente mudou minha vida, foi parar de usar antitranspirantes. O mal cheiro nas axilas não vem do suor e sim das bactérias que crescem nesse ambiente propicio, para combate-las existem os desodorantes que por meios antibactericidas impedem as bactérias e logo o mau cheiro, ou os desodorantes antitranspirantes que trabalham impedindo a transpiração e por tanto não criando esse ambiente propicio. O problema dos antitranspirantes é que para não te deixar transpirar eles tem componentes que entopem a saída dessas glândulas gerando o que pra mim era aquele "acumulo de alguma coisa" que me incomodava. Outro problema é que não é comprovado mas existem pesquisas sobre suas substancias serem nocivas, causar alergias, infecções e os sais de alumínio podem ser cancerígenos.

- Hidratação e esfoliação
Nós estamos acostumadas a fazer isso no resto do corpo, mas porque não nas axilas? A esfoliação ajuda a remover a pele morta e também a expor os folículos capilares, auxiliando na depilação tanto com gilete quanto com cera. Alem disso essa é uma área constantemente agredida pelas depilações e químicos nada mais justo do que hidratar com frequência!

- O uso da gilete
Pelo que dizem a gilete é mais agressiva para pele do que a depilação a cera, mas não criamos pânico não é nada demais. Para tornar sua prática mais saudável use giletes com bom corte, para não precisar passar várias vezes, e sempre limpe e seque elas para evitar bactérias. O chuveiro é um lugar adequado porque a umidade amacia os pelos, facilitando sua remoção, mas  a depilação deve ser feita no começo do banho, depois de alguns minutos a pele incha, comprometendo o deslizamento da lâmina. Como ela gera micro cortes na pele o melhor e dar um tempinho pra pele se recuperar antes de tacar hidratantes e desodorantes que podem irritar o local.

- A depilação com cera

A depilação com cera remove uma fina camada da pele o que pode deixa-la mais irritada, a cera muito quente também pode gerar queimaduras que escurecem a pele. Para que o dano seja minimizado é interessante ter esfoliado o local alguns dias antes e também o uso de alguma loção para amaciar os folículos.


O desodorante que eu estou usando e que me incentivou a essa pesquisa toda foi o Aromaco da Lush, ele segura bem o mau cheiro, no calorzão eu acabo retocando no meio do dia, mas eu amo o cheiro dele e ele próprio já deixa as axilas super hidratadinhas, eu passei a amar elas! Eu não cheguei a testar nenhum outro desodorante não antitranspirante para saber o quanto ia melhorar minha situação mas esse funcionou e eu sei que a Lush é uma marca que prioriza produtos naturais que não causem mal ao corpo.
Existem também receitas para fazer seu próprio desodorante em casa (esse é da minha amiguinha kuy :3) facinho, alem de outras opções naturebas como o bicarbonato de sódio e desodorantes de pedra hume.

You Might Also Like

6 comentários

  1. Eu comprei outro da Lush, o Teo, mas a apresentação dele é um pó compactado, aí fica difícil de aplicar e fácil de esfarelar. :( To com um post sobre ele pra publicar. Gostei de saber desse! Acho que vou testar na próxima compra. :)

    ResponderExcluir
  2. Quando comecei a ter cravos na axila, parei de usar anti transpirante. Exatamente e por causa do que você cita aí em cima. Fora que tem estudos que dizem que cancer de mama ta rolando por causa da axila não... suar.

    ResponderExcluir
  3. Adorei o post, Kami! Eu nunca tinha pensado nisso de esfoliar as axilas (mas faz todo o sentido, vou fazer hoje mesmo, haha), e tb nunca fui muito fã das minhas, preciso começar a cuida melhor. Adorei a indicação desse desodorante da Lush, adoro os produtos da marca e já tô pensando em comprar pra testar, haha

    ResponderExcluir
  4. Quanta coisa que deixei passar batida nessa vida, obrigada por esse post esclarecedor! Não são muitas as blogueiras que escrevem sobre axilas e seus cuidados, achei muito pertinente você abordar isso no blog. E que bobeira a nossa ter vergonha dessa parte do corpo, né? Muito por culpa do que a ~sociedade~ acha, aff. Adorei tuas dicas! <3

    ResponderExcluir
  5. Que bom que você percebeu que axilas não são nojentas ♥ Acho que nosso corpinho é muito lindo e que cada pedacinho merece um carinho especial. Eu não posso depilar elas com frequência porque tenho uma certa irritação e quando o medico disse que eu teria que deixar ela quietinha por um looongo tempo depois da depilação eu fiquei com medo porque os pelinhos crescem bem rápido mas eu nem uso blusinhas que deixam eles amostra e hoje eu já não tenho problema em deixar crescer porque é melhor do que ficar com as axilas todas machucadas :D

    ResponderExcluir
  6. Gente, que post maravilhoso. Amei saber sobre tudo isso e fiquei super curiosa por esse desodorante da Lush. Como não tem a loja aqui na minha cidade, quando puder, irei comprar online para ver qual é a dele. Um beijo ♡

    ResponderExcluir

Facebook

Instagram