Sobre envelhecer em um minuto

segunda-feira, junho 01, 2015

Claro que nenhum de nós envelhece em um minuto, pelo menos não mais do que se envelhece em todos os outros, mas alguns minutos particularmente jogam na sua cara o peso da idade e da responsabilidade que faz parecer que envelhecemos muito mais. O último minuto de ensino médio, o da graduação, o em que você descobre que vai ser tia, aquele um minuto em que você faz aniversário e que te envelhece um ano inteiro. Bom senhores, hoje um minuto me envelheceu pelo menos uns 5 anos.

Hoje foi aquele dia fatídico em que descobri que uma amiga minha ira se casar, a primeira, e não daquelas que eu conheci pela vida e é alguns anos mais velha, uma que fez colégio comigo. Logo eu que a um mês atras estava zuando meus amigos mais velhos por terem casamentos para ir. Eu estou velha. Até agora tudo que tinha lidado era algumas amigas terem filhos no susto e outras irem morar com o namorado, e de repente vi que isso é o preludio para que a moda pegue.

E ai me olho no espelho: solteira, frequentemente bêbada e ainda na promessa de que vou me comprometer com uma vida mais saudável, Me sinto a Bridjet Jones só que sem contar os cigarros, o que logo mais pode acontecer.

Não havendo nada que possa ser feito volto a escrever no meu blog, encarar os afazeres da faculdade e lidando com os cinco anos imaginários a mais que acabam de cair em minhas costas, que eu pretendo que se percam na minha próxima ressaca e só voltem a me encarar quando eu for procurar um estágio.

You Might Also Like

10 comentários

  1. Comparar-se é um erro que, infelizmente, é inevitável. Cada um tem seu tempo e eu tenho certteza que você sabe disso, mas sabe, eu agora que estou com um pézinho na vida adulta vejo o quanto foi necessario essa vida solteira e frequentemente bebada que eu já tive para nunca mais me arrepender de ter crescido na hora certa. APROVEITA! Voce tem a vida inteira pela frente. Um beijo

    www.eunomadiando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei que cada um tem seu tempo, mas eu particularmente não me permitiria me prolongar na diversão só por querer, acharia irresponsável. Da mesma maneira que você se refere na sua época de aproveitar antes de crescer no passado, sendo que temos a mesma idade, deve dar pra entender então que a responsabilidade vai batendo na porta hahahaha

      Excluir
  2. Post novo, foto nova, adorei! <3 Só não gostei de tu se comparado, viu? O importante é fazer o que gosta, seja namorando, solteira, bebada, sobria hahahaa mas entendo, eu meio que tenho uma "bad" oposta da sua. Namoro firme e moro com o namorado e a maioria das minhas amigas ainda mora com os pais e no fim isso me afastou de muita gente :( mas já aceitei hauahuah

    ResponderExcluir
  3. Minha TL do Facebook está repleta de fotos de casamento/ filhos. Já tenho um tempo que me sinto velha ao ver praticamente todos os amigos casados ou com filhos


    nobodyaskedmichelle.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Ai Kami. É foda.

    Tem um amigo meu que é evangélico e eu SEMPRE tirava uma com a cara dele por ele ter um casamento por mês pra ir (dos amigos dele da igreja). A gente falava que ele era o padre (ou wtf que seja) dos casamentos. Ai o ano virou, e olha só: além de ter um casamento marcado pra ir em outubro, fui convidada pra ser madrinha de casamento da minha amiga da faculdade, e outra amiga (que é mais nova que eu) também vai casar e me chamou pra ser madrinha, hahaha.Sem contar o fato da minha melhor amiga de infância ter engravidado (no susto), ter ganhado bebê esse ano, e ter decidido ir morar com o namorado.

    Entendo muito esse sentimento de se sentir a Bridget Jones (inclusive tive uma fase curta com o cigarro, haha), e ele as vezes me pega e é foda. Mas aí, eu também paro pra pensar na quantidade de gente incrível que eu conheço, mulheres que são mais velhas um pouco (ou até um pouco mais novas) e apenas vivem suas vidas sem esses caos na cabeça. Ou, elas podem até ter, mas são mais que isso, sabe? Tipo uma amiga que tá conhecendo o mundo todo viajando - que largou a carreira um tempo (e possíveis romances por aqui), mas tá lá ok, feliz conhecendo o mundo e sendo feliz da forma que ela prefere. Ou de outra que tem uma puta de uma carreira legal, além de ser muito inteligente e ser solteira é só mais um detalhe no meio disso tudo.

    O problema é que a gente tá sempre ansioso demais pelas coisas e cai nessa armadilha de se comparar, enquanto pessoas que tem vidas diferentes da nossa, podem estar fazendo o mesmo, pensando o quanto nossa vida é legal por não ter um milhão de responsas com filhos, casamentos, poder curtir a vida como quiser e enfim. Esses dias li um negócio que sempre que tô caindo nessa bad me vem a cabeça, era uma frase falando como ser bem sucedido e tava um "focus on your own shit" e acho que é bem essa a vibe mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Nossa, frequentemente eu me sinto a Bridget jones, apesar de me sentir bastante jovem, tenho amigos, antigos colegas de escola e familiares com idades similares que já estão casados, com ou planejando terem filhos hahaha, mas parece que a minha fase adolescente nunca passa, continuo dormindo tarde e gastando meu tempo com coisas inúteis, tendo namoricos que não dão em nada e com isso me sinto mais deixada de lado pela vida do que velha, talvez o peso da idade caia mais sobre mim quando eu paro pra pensar que vai chegar uma hora que vou estar velha demais pra fazer o que todos estão fazendo agora.

    http://www.leitecombiscoitos.com/

    ResponderExcluir
  6. São fases da vida! E sim, às vezes nos comparamos aos outros em algumas circunstâncias, mas logo passa. O que vale mesmo é estarmos cientes dos nossos desejos, sonhos e projetos e batalhar por isso. A fase da bebedeira eu tb tive, não me arrependo...rs... e olha que foi dos 24 aos 27. Agora estou com 30 e poucos nas costas. bjsss www.janelasingular.com.br

    ResponderExcluir
  7. *clap, clap, clap* Muito bom o texto, mas não se sinta assim, as pessoas fazem suas escolhas na vida e devemos sempre nos lembrar disso, ninguém é igual a ninguém, e não vamos nos casar, ou até mesmo namorar, ou fazer isso e aquilo porque alguém mesmo que próxima esteja adiantada, então vamos respirar e viver a nossa vida como ela deve ser vivida, mesmo com os estresses e as frustrações. Também estou nessa jornada de 5 anos e mais alguns meses de arquitetura, ok comecei a faculdade um ano depois de muitas amigas, mas é isso que muda sua maneira de pensar e agir.

    yeah-dreamhigh.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Gente esse texto pesou aqui! Me identifiquei com cada virgula, e por mas que seja frustante, ver tudo o que você conhecia mudar, crescer, essa metamorfose tem um lado bom também, porque se tudo sempre continuasse igual seria chato pra caramba né? haha

    Beijos // http://www.heylittlelion.com/

    ResponderExcluir
  9. Kamii, ainda somos jovens, calma, hahaha! Na realidade as pessoas estão retrocedendo e casando jovens demais - as pessoas que estudaram comigo já casaram, têm filhos, etc. A gente só está curtindo a juventude de uma forma diferente, e com a expectativa de vida aumentando, provavelmente vamos "curtir a juventude" por mais tempo. A questão das responsabilidades, por outro lado, é inevitável - a gente sempre tem, seja o bichinho e estimação que sua mãe diz que você é quem vai cuidar, seja pagar as próprias contas de casa. Eu mesma, tenho 22 anos, moro sozinha em outra cidade e eu tenho que fazer a grana render pra pagar minhas contas e ter comida em casa, enquanto tenho amigo que podem gastar mais de 1000 por mês e, se faltar, liga pros pais e a grana cai na conta no dia seguinte. Cada um tece seus caminhos, o problema é você ir andando sem saber pra onde vai. Me parece que você sabe o que quer, mas não tomou ainda a iniciativa pra fazê-lo. :D Coragem, gata! Se a idade está pesando, se você tá incomodada, já é sinal que você tem a vontade pra mudar alguma coisa, e isso é ótimo! E desencana de cigarros, se for pra viciar, vicia em mochi <3 hahaha!
    Beijo :*

    ResponderExcluir

Facebook

Instagram